Análise semiótica dos gráficos do achatamento da curva

Fonte: The Economist

Segue um artigo que publiquei na revista Dispositiva da PUC-Minas sobre os gráficos do achatamento da curva da covid-19. Agradeço aos editores pela oportunidade de divulgar esse trabalho.

Uma análise semiótica dos gráficos do achatamento da curva da pandemia da covid-19

RIBEIRO, Daniel Melo. Uma análise semiótica dos gráficos do achatamento da curva da pandemia da Covid-19. Revista Dispositiva.[on-line] Disponível em: <http://periodicos.pucminas.br/index.php/dispositiva>Dossiê: Comunicação, política e saúde. Editoras Responsáveis: Fernanda Sanglard e Vanessa Veiga de Oliveira. Volume 9, Número 16, Belo Horizonte, dezembro de 2020, p. 147-167.

Este estudo aborda os aspectos comunicacionais dos gráficos conhecidos como “achatamento da curva” da pandemia dacovid-19. Esses gráficos se tornaram populares na cobertura jornalística dessa crise sanitária, na medida em que ajudam a explicar a relevância das medidas de isolamento social frente ao contágio. Os gráficos escolhidos foram analisados utilizando conceitos da semiótica de Charles Peirce. Argumentamos que a proliferação de inúmeras versões do gráfico do achatamento da curva caracterizam um fenômeno de semiose, articulando uma cadeia de sentidos em torno da pandemia.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.