Arquivo mensais:agosto 2014

Globo terrestre

“Avant de savoir faire le tour de la terre, de circonscrire en jours et en heures la sphère de l’habitat human, nous avions mis le globe terrestre au salon pour le tâter et le faire pivoter sus nos yeaux.”
ARENDT, Hannah. Vita Activa: condition de l’homme moderne. Paris: Pocket, 1994, p. 317-318.
O globo terrestre é uma ficção cartográfica que permite ter sob as mãos, em casa, à escala que nos convém, uma imagem tridimensional do planeta sobre a qual fomos colocados. O globo oferece uma visão da terra como se estivéssemos situados em seu exterior, em pleno espaço sideral, a uma altura considerável. É a terra vista do alto, de um universo, por sua vez, desprovido de alto e baixo
Representar o real em uma outra escala é verdadeiramente acessar à realidade?
MONSAINGEON, Guillaume. Mappamundi: art et cartographie. Marseille: Éditions Parenthèses, 2013.