Cartossemiótica

Saiu mais um artigo meu na revista Dispositiva da PUC-Minas. Agradeço, em especial, ao prof. Winfried Nöth, sem o qual este artigo não poderia ter sido concebido.

CARTOSSEMIÓTICA: uma abordagem peirciana dos mapas e da cartografia

RIBEIRO, D. M.. Cartossemiótica: uma abordagem peirciana dos mapas e da cartografia. Dispositiva – Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Faculdade de Comunicação e Artes da PUC Minas, v. 6, p. 1-18, 2017.

Download do pdf do artigo.

Resumo

O objetivo deste estudo é apresentar uma síntese da cartossemiótica – ramo da semiótica aplicada ao estudo dos mapas e da cartografia. Vamos enfatizar a cartossemiótica de origem peirciana, tomando como referência o trabalho de Winfried Nöth. Entendida como sinônimo de lógica, a semiótica de Peirce parte de categorias fenomenológicas primordiais para propor uma gramática que explica o funcionamento geral dos signos. Defendemos que a tríade signo, objeto e interpretante, proposta por Peirce, contempla os elementos fundamentais que envolvem o processo de representação e interpretação dos mapas. Neste estudo, os fundamentos da semiótica serão utilizados para esclarecer os seguintes aspectos da cartografia: (a) os mapas e seus dois objetos; (b) o mapa como representação; (c) o aspecto comunicacional dos mapas; (d) as propriedades icônicas, indiciais e simbólicas dos mapas; (e) o mapa como um diagrama.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *